Luiz Henrique Lima Campos – Microsoft MVP

18 de outubro de 2018
por luizhenriquelima
0 comentários

Ativando proteção de exclusão acidental em todas as OU ’s do Active diretory Windows Server

Para realizar o procedimento abra o PowerShell no servidor do Active Directory como administrador

Para desativar a Proteção:
Get-ADOrganizationalunit -filter ‘Name -like “*”‘ | Set-adobject -ProtectedFromAccidentalDeletion $false

E tecle ENTER

Para ativar a Proteção:


Get-ADOrganizationalunit -filter ‘Name -like “*”‘ | Set-adobject -ProtectedFromAccidentalDeletion $true

E Tecle ENTER

Dica simples que pode ser utilizada no dia dia.

15 de setembro de 2018
por luizhenriquelima
0 comentários

Coletando log do usuário que reiniciou um servidor Windows Server via Powershell

Esse pequeno script vai fazer a coleta do usuario de forma remota ou local com o powershell.

execute: Get-WinEvent -LogName system -ComputerName localhost | where {($_.ID -eq 1074) -or ($_.ID -eq 6008) -or ($_.ID -eq 41 )} | select -First 3 | fl

onde localhost é o nome do computador

O resultado será os três últimos eventos de reboot com os Event IDs 1074, 6008 e 41.

Caso deseje adicionar outros IDs, basta incluir uma cláusula dentro do Where, ou alterar o número “3” para quantos eventos deseja coletar

Até a proxima.

23 de agosto de 2018
por luizhenriquelima
0 comentários

Windows Server 2019 Essentials: opção para pequenas empresas

A Microsoft acaba de anunciar a versão mais recente do seu servidor local para pequenas empresas, o Windows Server 2019 Essentials. A empresa planeja lançar essa nova oferta no final do ano junto com as outras versões do Windows Server 2019 . Aqui está o que você precisa saber sobre as novas ofertas.

Sobre o Windows Server Essentials

A Microsoft oferece essas edições para pequenas empresas do Windows Server há mais de uma década, com opção atuao o Windows Server 2016 Essentials. Essas versões destinam-se a empresas com até 25 usuários.

O Windows Server 2019 Essentials incluirá muitas das mesmas características da versão 2016. Portanto, as pequenas empresas que usam o produto atualmente já devem estar familiarizadas com os recursos básicos, como a licença única que inclui Licenças de Acesso para Cliente para até 25 usuários em 50 dispositivos, a capacidade de executar aplicativos tradicionais e outros recursos como compartilhamento de arquivos e impressão . Além disso, a versão do Essentials do Windows Server está disponível a um preço mais baixo do que a versão completa, tornando-a uma opção mais atraente para pequenas empresas.

O que há de novo no Windows Server 2019 Essentials

A versão 2019 possui as mesmas características técnicas e de licenciamento do seu antecessor, mas inclui novo suporte de hardware e recursos como as atualizações disponíveis com o Windows Server 2012 Standard. Estes incluem serviços de migração de armazenamento e informações do sistema, entre outros.

Se você configurar o Windows Server 2019 Essentials como um controlador de domínio , ele deverá ser o único controlador de domínio e executar todas as funções de Flexible Single Master Operations. Ele também não pode ter relações de confiança bidirecionais com outros domínios do Active Directory. Além disso, o programa não incluirá a função Experiência do Essentials, que foi feita principalmente para simplificar o compartilhamento de arquivos e o gerenciamento de dispositivos. Em vez disso, agora você pode usar o Windows Admin Center para essas finalidades.

Como acessá-lo

Os clientes que atualmente usam o Windows Server 2016 Essentials terão automaticamente acesso à nova versão quando ela estiver disponível, de acordo com o cronograma de manutenção do Long Term Servicing Channel da Microsoft. As empresas que têm mais de 25 usuários em 50 dispositivos, ou empresas que cresceram além desse tamanho, devem optar pelo Windows Server 2019 Standard.

8 de agosto de 2018
por luizhenriquelima
0 comentários

Comandos para backup do Windows Server via linha de comando

O sistema de backups do Windows Server 2012 é composto de quatro componentes:

  • wbadmin.msc, que é a interface de usuário gráfica MMC
  • wbadmin.exe, que é o utilitário de linha de comandos discutido neste artigo
  • wbengine.exe, que é o serviço de backup em si
  • Um conjunto de cmdlets do Windows PowerShell

Nas linhas abaixo , vou mostrar os comandos mais utilizados.

Comandos e exemplos

1 – Instalação do recurso de backup:

servermanagercmd -install Backup-Features

2 – Efetuar backup do estado do sistema:

wbadmin start systemstatebackup -backuptarget:<drive-alvo>: -quiet

3 – Descobrir as versões de backups disponíveis para restauração:

wbadmin get versions -backuptarget:<drive-alvo>:

4 – Restaurar o estado do sistema (em modo DSRM, com a mídia contendo o backup conectada):

wbadmin start systemstaterecovery -version:<MM/DD/YYYY-hh:mm> -backuptarget:<drive-alvo> -quiet

5 – Reiniciar o servidor em modo de restauração do serviços de diretório (DSRM) para restauração do system state:

bcdedit /set safeboot dsrepair

6 – Reiniciar o servidor em modo normal (após ter concluído a restauração do system state):

bcdedit /deletevalue safeboot

7 – Efetuar um backup completo do sistema:

wbadmin start backup -include:<drive-origem-1>:, <drive-origem-2>:, <drive-origem-N>: -backuptarget:<drive-alvo>: -quiet

8 – Agendar um backup na linha de comandos para ocorrer nos horários 06:00, 12:00 e 21:00:

wbadmin enable backup --addtarget:<drive-alvo>: -include:<drive-origem-1>:, <drive-origem-2>:, <drive-origem-N>: -schedule:06:00,12:00,21:00

9 – Desativar os backups agendados:

wbadmin disable backup

10 – Descobrir os itens incluídos em um backup realizado no servidor atual:

wbadmin get items -version:<versão-backup>

Espero ter ajudado.